Connect with us

Análise

Como joga o Grêmio de Renato em 2024

Published

on

Renato treinando o Grêmio

Renato Portaluppi se mostrou um técnico versátil durante a temporada de 2023. Ao longo do ano, o treinador rodou o elenco de jogadores e, mais do que isso, utilizou diversos esquemas táticos. Sempre que a equipe entrava em uma rota de queda, ele colocava em prática um novo modelo de jogo.

Desta forma, o técnico conquistou o hexacampeonato Gaúcho, foi semifinalista da Copa do Brasil e Vice-Campeão Brasileiro, ficando a dois pontos do Palmeiras, clube que levantou o caneco do Brasileirão. Uma temporada muito acima do projetado pela nova gestão do Imortal.

Renato abre a temporada no 4-2-3-1

Renato, como todos sabem, tem preferência pelo desenho tático 4-2-3-1. No entanto, não fica preso ao esquema quando os resultados não vêm. Houve momentos, especialmente no Brasileirão, que o Tricolor Gaúcho atuou no 4-1-4-1, em outros foi utilizado o conservador 3-5-2 e até mesmo o 3-6-1, com um meio-campo povoado.

Na abertura da atual temporada, o comandante da casamata voltou ao 4-2-3-1, com dois volantes e três meias. Villasanti e Pepe protegem a zaga,além de contribuir com a construção, enquanto que Soteldo, Cristaldo e Galdino fazem a ligação ofensiva. Galdino tem dupla função, dar profundidade e fechar o meio. Soteldo é o mais agudo e flutua no último terço do campo. Por sua vez, Cristaldo é o organizador da equipe. Na frente JP Galvão é o jogador do último toque.

Tricolor mostra evolução, mas segue sofrendo gols

A saída de bola se dá com três peças, os dois zagueiros e um volante, a ideia é liberar os laterais para ter superioridade numérica no meio-campo. Entretanto, ainda que a mecânica de jogo favoreça a passagem dos alas, isso ainda não está ocorrendo com a frequência ideal.

Com as linhas procurando estar próximas, o Grêmio ataca em bloco empurrando o adversário e defende com quase todos os jogadores, diminuindo os espaços. Com boa basculação, a equipe tem dificultado as ações dos adversários. Porém, segue sofrendo gols, foram três em dois jogos, é preciso ajustar ainda mais a marcação.

Análise

Como foi a estreia de Matías Arezo pelo Grêmio

Published

on

Matías Arezo

O Grêmio voltou a vencer no Brasileirão. Pela 18ª rodada, jogando em Caxias do Sul, o Imortal bateu o Vitória por 2 a 0. Soteldo e Reinaldo marcaram os gols do triunfo gremista, ambos no segundo tempo. Com Nathan Pescador fazendo as vezes de falso 9, tendo Pavón, Edenilson e Soteldo na linha de três do meio-campo, a equipe de Renato teve boa movimentação na etapa inicial. Contudo, não balançou a rede adversária. Matías Arezo, recém contratado, entrou no decorrer do duelo e agradou.

O treinador manteve a mesma formação na volta do intervalo. O Tricolor Gaúcho continuou com as principais ações no jogo, aos 17′ Soteldo fez ótima jogada e abriu o placar. Com o resultado a favor, Renato oxigenou a equipe colocando Matías Arezo, Dodi e Gustavo Nunes em campo, o estreante se mostrou a vontade com os novos companheiros.

Uruguaio mostrou que é do ramo

Arezo entrou na dele, como centroavante, vale lembrar que o uruguaio pode jogar pelos lados, como segundo homem. Em pouco mais de 25 minutos, o novo camisa 9 Tricolor mostrou que é do ramo. Ele venceu duelos aéreos, prendeu a bola no ataque, além de mostrar habilidade e boa movimentação dentro e fora da área. O centroavante sofreu o pênalti que originou o segundo gol Tricolor.

Desde a lesão de Diego Costa, o Grêmio vinha acusando a falta de um jogador com estas características. JP Galvão não conseguiu cumprir a função de comandante de ataque. André Henrique também não deu a resposta esperada. À vista disso, a direção do clube foi buscar no mercado uma solução, e desta vez parece ter acertado.

Números de Arezo em sua estreia pelo Grêmio

  • 1 pênalti sofrido
  • 1 finalização (de fora da área)
  • 6 passes certos (75% de efetividade)
  • 2 de 3 duelos ganhos pelo chão
  • 2 de 5 duelos ganhos pelo alto
  • 1 falta cometida
  • 2 faltas sofridas

Fonte: Sofascore

 

 

 

 

Continue Reading

Análise

Como foram as estreias de Edenilson e Rafael Cabral pelo Grêmio

Published

on

Edenilson e Rafael Cabral estrearam pelo Grêmio

Na noite deste sábado (27), o Grêmio jogou com o Bahia, pelo Brasileirão, e perdeu por 1 a 0. Os donos da casa foram melhores durante todo o jogo e mereceram a vitória. Por outro lado, escalado com quatro defensores no meio-campo, o Imortal não criou e, pior ainda, também não defendeu bem.

Com o resultado, o time de Renato teve interrompida uma série de vitórias que somava três triunfos. Neste momento, o clube gaúcho ocupa a sétima posição, com seis pontos, e pode perder seis posições até o final da rodada, que se dará nesta segunda-feira.

Edenilson teve estreia discreta pelo Grêmio

Recém contratados, Edenilson e Rafael Cabral estrearam com a camisa do Grêmio. O volante atuou pelo lado direito em um esquema que oscilava entre o 4-4-2 e o predileto de Renato, 4-2-3-1. O meio-campista teve uma estreia discreta, procurou cumprir a missão de fechar o lado direito, porém, não conseguiu dar profundidade ofensiva.

Em uma atuação ruim do time, Edenilson não foi o principal responsável, longe disso. No entanto, o jogador não conseguiu contribuir para mudar a atuação apática da equipe. O camisa 41 optou por passes curtos, em sua maioria laterais, não finalizou a gol e não prestou assistência. Foi uma estreia tímida, normal para quem tem uma semana de clube.

Rafael Cabral salvou o Imortal de uma derrota mais dura

Enquanto isso, Rafael Cabral teve participação mais efetiva na partida. Controlado pelo Bahia, o Grêmio foi assediado pelo ataque dos donos da casa. Dessa forma, o goleiro teve que trabalhar. Cabral não teve culpa no gol baiano, Everaldo ficou a vontade dentro da grande área para finalizar cruzado, com força, e vencer o arqueiro.

Todavia, ao longo da partida, o camisa 33 pode mostrar que chegou para lutar pela titularidade da meta gremista. Além de boas intervenções, secundárias, o goleiro salvou o Tricolor Gaúcho com duas ótimas defesas, uma delas de alto grau de dificuldade. O jogador demonstrou segurança nas ações praticadas. Não fosse sua boa performance o Imortal poderia ter sido goleado.

 

 

Continue Reading

Análise

Pavón tem estreia de luxo e Grêmio goleia o Santa Cruz

Published

on

Na tarde deste sábado (17), pela 9ª rodada do Gauchão, Grêmio e Santa Cruz jogaram na Arena. O Imortal precisava vencer para tentar recuperar a liderança da competição. Por outro lado, o Galo queria os três pontos para iniciar uma reação na busca pela permanência na divisão principal do Estadual. A partida teve a estreia de Du Queiroz e Cristian Pavón pelo Grêmio.

Grêmio assustou a torcida no primeiro tempo

O Tricolor Gaúcho começou a partida propondo o jogo e dominando as ações em campo. Melhor no duelo, o Imortal fez 2 a 0 com naturalidade. A partida parecia decidida e que era só esperar o tempo passar para os donos da casa somarem mais três pontos.

No entanto, mais uma vez apareceu o problema de marcação do time de Renato,. Tendo espaço para jogar, o Santa Cruz passou a rodar a bola e se aproximar da área de Marchesín. Por outro lado, sem conexão entre o meio e o ataque, o Grêmio não conseguia impor seu jogo.

Contudo, após alguma insistência no último terço do campo, os visitantes chegaram ao empate, 2 a 2. Nada de injusto, as equipes terminaram o primeiro tempo com posse de bola parecida e número de finalizações sem uma grande vantagem de um lado ou de outro. O Tricolor deixou o gramado vaiado pelo seu torcedor.

Pavón dá Show em estreia e muda o jogo

Renato promoveu três trocas no intervalo, Geromel, Cristaldo e Galdino deram lugar para os estreantes Cristian Pavón e Du Queiroz, além de André Henrique. A equipe mudou da água para o vinho, as modificações deram intensidade, qualidade e poder de fogo ao time.

Mais vibrante em campo, o Imortal acertou a marcação, não dando espaços para o adversário trocar passes. Du Queiroz se movimentou pelo meio-campo desarmando e atacando, inclusive com finalizações a gol. Entretanto, Pavón roubou a cena, se o primeiro tempo foi de Gustavo Nunes, e foi, a segunda etapa foi do argentino.

Cristian Pavón teve uma estreia de luxo, com duas assistências e direito a gol. O atacante atuou pela direita e pela esquerda, infiltrou, driblou, finalizou e pifou os companheiros. Não há exageros aqui, ele botou o jogo no bolso. Senhoras e senhores, o Grêmio realizou uma grande contratação.

A segunda etapa do Tricolor teve pegada, velocidade, qualidade, troca de passe, finalização e aproximação dos setores. Com as modificações feitas no intervalo a equipe ficou homogênea. Contudo, é preciso destacar mais uma grande atuação de Gustavo Nunes, anote aí: está nascendo um craque na Arena.

No final, a goleada por 6 a 2 traduziu o que se viu no segundo tempo. Sim, o adversário era o lanterna, todavia isso não diminui a atuação impecável do Tricolor na segunda metade do jogo. Gustavo Nunes, Cristaldo, Pavón, João Pedro, JP Galvão e André marcaram para o Grêmio. Enquanto que Davi e Jean Lucca foram os artilheiros do Santa Cruz.

Grêmio em campo no Gauchão.

Com o resultado, o Imortal reassumiu a liderança e torce por um tropeço do maior rival frente ao Novo Hamburgo. As equipes jogam neste domingo (18), no Estádio do Vale. O Tricolor volta a campo no próximo dia 25, no clássico GreNal, no Beira Rio.

 

Continue Reading

Em alta

Copyright © 2023 Portal Meu Grêmio